Telefone: (11) 5081-7850

Atividade Física

Lista de substâncias e métodos proibidos - WADA 2014

Segue a lista de substâncias e métodos proibidos da WADA 2014.

Clique aqui para ver a lista completa.

Dr. Cristiano Frota de Souza Laurino

As principais afecções músculo-esqueléticas da corrida

A década de 70 foi marcada por grandes mudanças no comportamento social e consequentemente muitas pessoas no mundo começaram a praticar exercícios físicos de forma regular, procurando receber os benefícios de saúde e qualidade de vida conhecidos na época.

Os corredores do passado praticavam a corrida ainda de forma rudimentar se comparados aos conhecimentos de biomecânica, fisiologia, nutrição, treinamento e prevenção que conhecemos hoje.

A corrida continua a ser o esporte de escolha de milhares de pessoas pelo mundo devido a razões básicas, como a conveniência de poder praticá-la em muitos lugares, a relativa facilidade de execução e os benefícios de saúde que ela promove.

A prática da corrida como atividade física tem demonstrado ao longo do tempo notórios benefícios cardiovasculares, no aumento da longevidade e na preservação da qualidade de vida.
A corrida também assumiu o papel de uma dos esportes individuais que mais cresce anualmente no mundo todo. O fenômeno mundial da corrida atrai cada vez mais jovens em busca de saúde, prazer, relacionamentos e competição.

As estatísticas de lesões na corrida, porém, passaram a abranger um número cada vez mais amplo de novas lesões com gravidades variadas. A corrida regular praticada a longo prazo também desencadeia uma série de adaptações músculo-esqueléticas, podendo gerar benefícios nos tecidos musculares, tendinosos, ósseos, ligamentares e cartilaginosos. Tais benefícios são representados pelo fortalecimento dos tecidos, incrementos na força, coordenação, propriocepção, resistência, equilíbrio e na flexibilidade, dentre outros.

A literatura ainda busca respostas definitivas sobre as consequências da corrida a curto, médio e longo prazo e também sobre as reais implicações dos fatores de risco intrínsecos e extrínsecos na geração de lesões músculo-esqueléticas.

Perguntas aparentemente simples permanecem sem respostas: “O que podemos fazer para evitarmos lesões na corrida? Quais fatores de risco devem ser valorizados na prevenção de lesões?”

 

Clique aqui e leia o artigo completo

 

Dr. Cristiano Frota de Souza Laurino

Saiba como prevenir lesões na corrida

A corrida é um fenômeno mundial que atrai cada vez mais adeptos em busca de saúde, prazer, relacionamentos e competição. Correr traz benefícios amplamente conhecidos para a saúde e sem dúvida para a vida em geral. Começar a correr cedo propicia uma série de vantagens para o corpo e para a mente.

Antes de mais nada corra para sentir-se bem. Corra por prazer! Sozinho ou entre amigos procure fazer o seu treino, pois cada um deve ter o seu.

Maratona

Lembre-se que a saúde se constrói cedo e a corrida é um dos caminhos para alcançá-la, mas antes de começar a correr você precisa saber que:

• Antes de iniciar os treinamentos, faça exames médicos.
• Procure um treinador para aprimorar sua corrida.
• Tire suas dúvidas sobre a corrida e suas técnicas.
• Não tenha medo de perguntar, a corrida também exige aprendizado.
• As técnicas de corrida devem ser aprendidas cedo para automatizar os movimentos corretos.
• Aprender cedo a correr corretamente é fundamental para correr melhor.
• Procure corrigir seus erros, e quanto mais cedo isto ocorrer, melhor será sua corrida.
• Utilize roupas adequadas às características ambientais
• Utilize tênis adequados, procure por algumas características, tais como conforto, estabilidade, proteção e adaptação dos pés, além das características do terreno onde será utilizado.
• Evite a utilização do mesmo par de tênis em dias consecutivos e procure conhecer a vida média do tênis
• “Leia” o terreno a sua frente: cuidado com desníveis, buracos, pedras, lama, galhos, raízes e óleo na pista.
• Cuidado redobrado nas corridas à noite e nas descidas em locais úmidos ou durante a chuva.
• Mantenha os pés sempre limpos e secos. Pequenos grãos de sujeira (terra, areia) pode provocar grandes lesões de pele.
• Proteja as zonas de risco dos seus pés
• Recupere-se entre os treinos de corrida, o descanso faz parte de um bom programa de treinamento.
• Complemente o treino de corrida com técnicas de alongamentos e fortalecimentos musculares sob a orientação de um treinador.
• O treinamento bem feito propicia a melhora do rendimento e a satisfação de aumentar as distâncias e melhorar os resultados.
• A adaptação a novas distâncias e velocidades é lenta.
• A corrida traz prazer, mas se algo ocorrer e provocar dor ou limitação, procure um especialista que possa ajudá-lo a diagnosticar e curar o problema.
• Todos temos limites individuais, procure conhecer o seu e corra com prazer.
• Antes de competir, conheça-se correndo.
• Procure saber os benefícios da corrida, mas também conheça os riscos.
• A alimentação adequada é o motor de uma boa corrida. Antes de suplementar, pense em alimentar-se bem.
• Dor é sinal de alarme, é o sintoma mais frequente a induzir um homem a procurar por assistência
• Todos nós sentimos dor e por isso estamos vivos. A dor é um fenômeno fisiológico fundamental para a manutenção da integridade de nossos tecidos e sobretudo da nossa vida.
• No esporte, a dor é um dos parâmetros limitadores do atleta. Ignorar a dor traz como consequências diretas o surgimento ou agravamento de lesões.
• Se a dor surgir, persistir ou limitar sua corrida, procure um médico especialista para um diagnóstico correto e precoce.
• Quanto mais tempo correr com dor, mais difícil será seu tratamento.
• O Auto-tratamento com o uso indiscriminado de medicamentos (analgésicos, antiinflamatórios) e outras terapias durante os treinamentos e competições sem avaliação prévia por médico especialista pode mascarar ou até agravar seus sintomas
• O retorno precoce às atividades, desrespeitando o tempo de reparação de uma lesão pode propiciar recidivas.
• Procure fazer uma integração entre você, seu treinador e os profissionais da área de saúde que venham a acompanhá-lo (médico, fisioterapeuta, nutricionista).
• Não se cobre demais por resultados, eles virão com o tempo, o treino e a maturidade esportiva.
• Busque superar seus limites, mas nunca a qualquer custo.
 
Enfim, pense que você poderá correr muitas décadas de vida. “ão queira correr tudo no primeiro ano como se fosse o último.
 
Aprenda com suas experiências e corra cada vez melhor.
 
Boa corrida!

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Busca

eventos

VÍDEO MAIS VISTO

 

Assine nossa Newsletter

Temos 55 visitantes e Nenhum membro online

atividade
exercicio

Artigos Científicos


 

Localização

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2850
Jardim America, São Paulo,
CEP:01442-002
Telefone: (11) 5081-7850