Você está aqui:

Últimas Notícias

Left direction
O saltador Mauro Vinícius Hilário da Silva, o Duda, venceu o GP Internacional Caixa/Governo do Pará de Atletismo, neste domingo, no Estádio do Mangueirão, em Belém (PA), com a marca de 7,95 m, seguido pelo chileno Daniel Pineda (7,65 m) e pelo brasileiro Lourival Nogueira de Almeida Neto (7,50...
A campeã mundial do salto com vara, Fabiana Murer, conquistou a medalha de prata neste domingo (30/6), na etapa de Birmingham (ING) da Diamond League. A saltadora do Clube BM&FBOVESPA alcançou 4,63 m, na prova vencida pela cubana Yarislei Silva, com 4,73 m. Jennifer Suhr, campeã olímpica em ...
O 45o CBOT ( Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia) organizado pela SBOT e contou com a participação do Dr. Cristiano Laurino, que ministrou palestra sobre a "Fisiologia da Lesão Muscular". A aula foi ministrada no Dia da Especialidade, 16 de novembro, evento organizado pela Sociedad...
O atleta é responsável por toda e qualquer substância encontrada em seu organismo. A preocupação com o doping deve ser tema constante na vida do atleta profissional. Dentro deste escopo foi ao ar em 16/11/2013 a matéria da Band sobre doping! Dr. Cristiano aponta a importância do tema. Confi...
O dr Cristiano Laurino participa do Current Concepts of Joint Replacement 2013 no Hyatt Regency Grand Cypress. Excelente evento sobre osteoartrose e artroplastias do quadril e joelho,realizado anualmente nos Estados Unidos. ...
      Clube de Atletismo BM&FBOVESPA faz parceria com CBAT e CPB   As duas parcerias, formalizadas nesta quinta-feira (20/2), com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), consolidam o CT de São Caetano do Sul do Clube de...
  Comunica-se que o Brasil participará dos Campeonatos Mundiais de Atletismo Indoor nos dias 07 a 09 de março de 2014 em Sopot, Polônia com a seguinte Delegação: Chefe: Marcos Paulo Garcia de Andrade Delegados: Antonio Carlos Gomes (CBAT) e Daniel Bernardo das Neves (NIKE)...
O Brasil assistiu ao coroamento do bicampenato mundial em pista coberta, no salto em distância, do atleta Mauro Vinicius Hilário da Silva, o Duda, no último sábado dia 08 de março. Duda se tornou o o primeiro atleta bicampeão mundial brasileiro, passando a ser o terceiro atleta do mundo a c...
No dia 29 de março foi realizado o Curso de Extensão em Traumato-Ortopedia  - CETO, organizado pelo departamento de Ortopedia da UFRJ e coordenada pelos drs. Cesar Fontenelle e Petro Mannarino. O evento foi realizado no auditório da academia Body Tech no Shopping Cittá América no período da ...
Entre os dias 2 e 3 de abril de 2014 aconteceu em Cartagena de Índias, Colômbia, a 3a Reunión Latino Americana de Inflamación & Dolor - Pain Academy 2014.  Médicos da América Latina especialistas em Ortopedia e traumatologia, fisiatras, nutricionistas, intensivistas e anestesiologistas discu...
Sanofi, farmacéutica comprometida por el cuidado de la salud y el bienestar de las personas, organizó del Primer Congreso de Cuidados de Salud Primarios, dictado por especialistas de trayectoria internacional, que se llevó a cabo en la ciudad de Manta. El evento contó con la presencia de más ...
Dr Cristiano Laurino fala sobre a "A arte de correr" na 1a edição da revista Podium. Clique aqui para ler o artigo...
Right direction

Os efeitos do exercício sobre a cartilagem articular

A cartilagem, que reveste nossas articulações, é um tecido altamente especializado e apresenta características especiais: não possui vascularização, inervação ou vasos linfáticos. Tais características anatômicas explicam, em parte, o ambiente desfavorável para as condições de reparo das lesões.cartilagem

As células, chamadas de “condrócitos”, representam 1% de uma complexa matriz de água, colágeno e proteoglicanos (proteínas e açucares). As células são os únicos elementos vivos da cartilagem articular e são capazes de formar toda a estrutura da matriz ao seu redor. São essas células, que interpretam as pressões, que a cartilagem sofre ao longo da vida, e modificam a estrutura da matriz, para melhor se adaptar.

cartilagem_hialina

A função principal da cartilagem articular adulta é revestir as articulações, mantendo a eficiência mecânica dos movimentos. Devido a sua sofisticada composição, seu alto teor de água (65% a 80%) e sua capacidade de suportar pressão hidrostática, a cartilagem é capaz de transferir e reduzir forças de grandes magnitudes de uma superfície de osso à outra.

Outra propriedade fundamental, é conferir um baixo coeficiente de atrito entre as superfícies deslizantes.

Numerosos estudos descrevem a grande variação nos volumes de cartilagem encontrados nas articulações humanas nos diferentes sexos, idades, pesos, alturas e volumes de osso.

Dentre os benefícios observados na prática esportiva, o exercício físico tem demonstrado ser capaz de aumentar as massas óssea e muscular, enquanto os estados de inatividade e de micro-gravidade tem sido associados à atrofia destes tecidos. A cartilagem difere dos outros tecidos musculoesqueléticos durante as situações de carga, por não apresentar aumento da massa total, como resultado da estimulação mecânica.

Embora as propriedades mecânicas da cartilagem tenham sido estudadas amplamente em laboratório, até recentemente poucos estudos revelaram informações sobre as características das deformações, que ocorrem sobre as condições reais de carregamento em humanos. Por exemplo, qual a intensidade e frequência dos movimentos, que podemos fazer sem que a cartilagem sofra uma lesão? As informações obtidas por estudos em tecidos isolados em laboratório não podem ser extrapoladas para as condições reais, pois a magnitude das cargas sobre as articulações durante os gestos esportivos ainda é desconhecida.

A cartilagem pode sofrer deformações transitórias, à medida em que sofre compressão, e o retorno à condição original depende de como esta pressão é aplicada. A deformação da cartilagem articular durante uma atividade física específica é um evento complexo, determinado por vários fatores como: a intensidade e distribuição das cargas, a integridade da superfície articular (ausência de lesões), a anatomia e biomecânica das articulações e a composição bioquímica do líquido de revestimento (sinovial).

Alguns autores realizaram estudos para avaliar o comportamento da deformação da cartilagem articular após os exercícios físicos. Os resultados revelaram as seguintes mudanças na espessura da cartilagem: áreas com redução transitória da espessura (1 a 9%), variações de deformação dentro de uma mesma superfície e outras áreas sem diferenças significantes entre as situações pré e pós-exercício. Durante as caminhadas, por exemplo, a cartilagem da patela (joelho) sofre uma compressão média de 2 a 3%, quando comparada a situações de repouso sem carga. O exercício intenso, por outro lado, pode acrescentar 2 a 3% na média de compressão, aos valores encontrados durante as atividades físicas normais.

Muito ainda deve ser pesquisado sobre os limites dos tecidos humanos frente ao esforço físico, o que nos deixa sem respostas sobre a fronteira entre o normal e as lesões.

Bons treinos !

{loadposition social}
 

                                                      mapa                   agenda                            mensagem

rssyoutubetwitterfacebook     SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

 Rua Botucatu n. 591 conjunto 182 ver mapa
04023-062 Vila Mariana São Paulo (São Paulo SP)

Telefone : 11 50817850  
Fax: 50817850                                                                                                                                                                 

Facebook

Vídeo mais visto

Àrea Restrita

  • Registrar-se
    *
    *
    *
    *
    *
    Fields marked with an asterisk (*) are required.
  • Nós temos 35 visitantes online